Cirurgião

Origem da palavra cirurgio

Do latim chirurgia, que significa “o que trabalha com as mãos” ou “trabalho manual”.

O termo latino chirurgia se originou a partir do grego kheirourgia, formado pela junção das palavras kheir, que significa “mãe”, e érgon, que quer dizer “trabalho”.

Pelos elementos gregos que o compõem, este vocábulo significa, literalmente, "o que trabalha com as mãos".

Na concepção antiga, o cirurgião não era necessariamente um médico. Este (chamado de "iatros": daí o pediatra, o psiquiatra, o geriatra, entre outros) era o que detinha o saber teórico, enquanto o cirurgião, profissional de posição inferior, trabalhava manualmente, curando feridas e fraturas.

Durante séculos, as práticas cirúrgicas foram executadas pelos barbeiros, que, além de fazer a barba e cortar o cabelo, também suturavam ferimentos, faziam sangrias e extraíam dentes.

Pouco a pouco, porém, o avanço da Medicina tornou impossível essa divisão de tarefas, tornando-se impensável um cirurgião que não tenha também a formação médica completa.