Afeganistão

Origem da palavra afeganisto

significa "terra dos afegãos", apesar do significado da palavra "afegão" ser desconhecido. Uma explicação é de que derive de Apakan, um estado iraniano do século VIII ou IX. Outros apontam a referência sassânida (reis do Irã que governaram o Afeganistão e partes do Paquistão entre 241 e 642) a "Abgan", a mais antiga menção conhecida a uma variante da palavra "afegão". Ela também aparece nas inscrições de Shahpur I em Naksh-e-Rustam, numa menção a um certo Goundinfer Abgan Rismaund. O astrônomo indiano do século VI Varaha Mihira, em seu "Brhat Samhita" (11.61; 16.38) refere-se aos afegãos como "avagan". O chinês do século VII Hiuen Tsiang cita à população habitante ao norte dos montes Sulaiman aquem ele chama de "Apokien", obviamente em alusão a avagans ou afegãos. A primeira referência muçulmana a "afegão" aparece no Hudud-al-Alam em 982. O famoso sábio muçulmano Al-Biruni (973-1048) refere-se às tribos bárbaras entre Cabul a oeste até o vale do Indo a leste como afegãs e especificamente as designa como hindus (Sachau's Trans. of Al-Biruni's India, pp 21-22, 199, 208, 239, 317). Isto também mostra que os afegãos ainda não haviam adotado o Islamismo a época de Al-Biruni. Uma sugestão etimológica para o nome afegão é uma derivação da palavra do sânscrito "upa-ganah", que significa "tribos aliadas". No entanto, de acordo com uma visão moderna, o nome afegão obviamente deriva do sânscrito "ashvaka" ou "ashvakan", o Assakenoi dos arianos. Em sânscrito, a palavra "ashva" (iraniano "aspa", prácrito "assa") significa "cavalo", e "ashvaka" (prácrito "assaka") significa "cavaleiro". O gramático indiano do século XV Panini os chama "ashvayana" e "ashvakayana". Escritores clássicos usam o equivalente "aspasios" (ou "aspasii", "hippasii") e "assakenois" (ou "assaceni/assacani", "asscenus"). Aparentemente, o termo pré-cristão "ashvakan", modificado a partir de "avagan" em algum estágio antes da época do Varaha Mihira e experimentou uma outra mudança ? para "afegão" - provavelmente no começo da Idade Média. Os termos "abgan" e "apakan", caso se refiram realmente a "afegão", aparentemente representam variantes iranianas do sânscrito "avagan". Além disso, a designação "aspasios/aspasii" (= "isapsaiz/aspazais") tornou-se a moderna "yousafzai" a apenas poucos séculos atrás. Estudiosos identificam estes ashvakas ("assakenois" e "aspasios") como o clã dos cambojas. O sufixo persa -stan expressa o significado de "terra".