Talismã

Origem da palavra talism

Vem de tilasman , plural de tilasm , vocábulo que os árabes foram buscar no grego telesma , "rito religioso; objeto consagrado". Ao contrário do amuleto, que exerce apenas uma função protetora, o talismã tem poderes ativos, geralmente facilitando a realização dos desejos de seu possuidor. Um exemplo famoso da Antiguidade é o anel de Giges: quando usado com a pedra virada para dentro, seu dono ficava completamente invisível. Bem mais recente é o exemplo da lâmpada de Aladim, uma das histórias mais conhecidas das Mil e Uma Noites.