Celibatário

Origem da palavra celibatrio

Vem do latim caelebs, "solteiro". Inicialmente, o termo designava apenas a pessoa que, por sua própria vontade, preferia não casar, muitas vezes por um voto religioso. Era com este significado que o termo aparece nos textos do cristianismo primitivo, quando ainda se discutia se os padres deviam ou não constituir família. Só mais recentemente é que o conceito de celibatário passou a incluir também a abstinência sexual. Quando usado com referência a não-religiosos, volta ao seu significado primitivo: solteiro, mas não necessariamente casto.