Pseudo

Origem da palavra pseudo

Do grego pseudo, que significa “falso”, “mentira” ou “não verdadeiro”.

O sufixo pseudo, na língua portuguesa, sempre antecede alguma palavra, dando o sentido de algo que não é verdadeiro, que é enganador ou fraudulento.

Por exemplo: pseudônimo, pseudociência, pseudofobia, pseudoprofeta e etc.

Este sufixo começou a ser utilizado em composições de palavras do grego antigo, como pseudodidaskalos (“falso professor”) e pseudologia (“falso discurso”), por exemplo.

Alguns etimologistas acreditam que o termo grego pseudo tenha derivado da expressão pseudein, que significa “enganar pelas mentiras”.